Donna Summer terá um musical em homenagem á ela em março em SP

Donna Summer terá um musical em homenagem á ela em março em SP

Espetáculo dirigido e produzido pelo Miguel Falabella vai contar com três atrizes negras interpretando a Rainha da Disco Music.

Qualquer gay que se preze tem uma boa lembrança das músicas dos anos 70 (nas festas LGBTI+ ainda tocam) com certeza vão lembrar desta cantora que foi a primeira artista a fazer nome no cenário musical na época que era conhecida “Discoteque” e também a ter três álbuns duplos consecutivos a atingir o primeiro luga nas paradas nos Estados Unidos.

Donna Summer terá um musical dirigido pela multimídia Miguel Falabella e que terá estreia a partir no dia 05 de março na cidade de São Paulo e que terá 3 protagonistas negras (Karin Hills, ex integrante do grupo Rouge – Jennifer Nascimento, atriz que fez a novela global “Verão 90” e a cantora lírica Amanda Souza) que falará sobre a infância humilde baseada em cantoria nas igrejas até a fase adulta quando se dedica à religião sem largar das canções que a tornaram uma estrela.

O musical é uma versão livre do espetáculo Summer: The Donna Summer Musical que foi encenado na Broadway em 2018 que não cumpriu uma temporada de sucesso, “Porque não trazia o espírito da época”, justifica Miguel Falabella que fez a produção e que dirige “O mais importante desse espetáculo é o impacto que ela causou na sociedade.”

Espectáculo será no Teatro Santander que vai mostrar vários momentos da carreira da cantora, sendo maior foco será nos anos 70 onde ela conhecer os produtores Giorgio Moroder e Pete Bellotte que se uniram e acrescentaram sintetizadores às suas canções, o que não apenas potencializou sua voz como acrescentou sensualidade. Basta conferir o primeiro hit do trio, lançado em 1975 – Love to Love You ressalta o lado mais carnal da música soul, com um ritmo lânguido, orquestrações mais expressivas e, principalmente, gemidos de Donna que simulavam orgasmos.

Uma arquitetura sedutora e rentável pois, ao também ser lançado em formato estendido, o single facilitou a mixagem dos disc jockeys em festas noturnas, algo totalmente novo na época, empolgando os frequentadores das discotecas com seu arranjo com violinos e acompanhamento de guitarras. Logo se tornou um hit e alavancou a carreira da então desconhecida cantora, que se revelou ainda menina cantando em igrejas e, adolescente, lançou-se como profissional ao se mudar para a Alemanha, onde integrava o elenco do musical Hair.

Esta parceria com Moroder e Bellotte, aliás, progrediria e resultou em canções com arranjos cada vez mais sofisticados, que definiriam a sonoridade marcante de Donna Summer. O novo hit, I Feel Love, de 1977, logo se tornou um clássico atemporal, cuja batida inebriante seduziria, no futuro, figuras como Madonna e Moby. Dessa vez, não havia mais as cordas luxuriantes, mas uma batida que incentivava a dança graças ao sintetizador e a uma caixa de ritmos. Graças a essas modernidades, a canção é vista até hoje como marco fundamental da música eletrônica.

A década se encerra com chave de ouro com a conquista de um Oscar de canção original por Last Dance, da trilha sonora do filme Até Que Enfim É Sexta-Feira, de 1977. Novamente, Donna exibe seu talento de reprocessar sua influência de música black para a batida pop da dance music.

O curioso é que ela alcançava as notas mais difíceis, mas não se via uma expressão corporal – a emoção estava na voz mesmo”, comenta Karin Hills, cuja voz poderosa torna gloriosa Diva Donna, a fase mais madura da cantora. Um momento em que a cantora já se tornara mais religiosa, sem renegar, porém, os palcos. E as canções são interpretadas em inglês, com exceção da que abre o espetáculo. E não poderia ser mais apropriado para apresentar Donna Summer: The Queen Is Back, a rainha está de volta.

Donna Summer Musical

Estréia e horários : 05/03 e vai até 28/06 – Quintas e Sextas ás 21:00. Sábados ás 18:00 e 21:00 e Domingos ás 16:00 e 19:00

Direção e produção : Miguel Falabella – Atores principais : Karin Hils , Jeniffer Nascimento e Amanda Souza

Local: Teatro Santander – Avenida Juscelino Kubitschek, 2.041-Itaim Bibi – São Paulo – SP

Preços : R$ 75 á R$ 280- Detalhes : Site do teatro clicar aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *